Filme – A Corrente do Bem

a-corrente-do-bemTítulo Original: Pay It Forward
Direção: Mimi Leder
Gênero: Drama
Ano: 2000
Duração: 123 min
Elenco: Kevin Spacey, Helen Hunt, Haley Joel Osment.

Sinopse: Eugene Simonet (Kevin Spacey), um professor de Estudos Sociais, faz um desafio aos seus alunos em uma de suas aulas: que eles criem algo que possa mudar o mundo. Trevor McKinney (Haley Joel Osment), um de seus alunos e incentivado pelo desafio do professor, cria um novo jogo, chamado “pay it forward”, em que a cada favor que recebe você retribui a três outras pessoas. Surpreendentemente, a ideia funciona, ajudando o próprio Eugene a se desvencilhar de segredos do passado e também a mãe de Trevor, Arlene (Helen Hunt), a encontrar um novo sentido em sua vida.

OPINIÃO

O filme é encantador. Se você quer algo para se emocionar e refletir, então esse é o filme!
Trevor (Joel Osment) está na 7ª série e tem vários problemas acontecendo em sua vida: sua mãe Arlene (Helen Hunt) é alcoólatra e trabalha para sustentar o filho. Seu pai nunca fica em casa e vive abandonando os dois sempre que quer. E é graças à esse vai e vem do homem que na maior parte do tempo, a mãe não se importa em cuidar de Trevor porque está muito ocupada se sentindo culpada. #fazsentidonofilme

Quando um novo professor Eugene (Kevin Spacey) substitui o antigo professor de Estudos Sociais, nenhum dos estudantes dá muita atenção ao ‘discurso’ de primeiro dia de Eugene. Refletindo ali na hora, Eugene decide propor um projeto diferente aos seus novos alunos:

Criar algo para mudar o mundo. Não importa o quê. Apenas algo que construa um mundo melhor.

A maioria dos alunos trazem ideias sobre meio ambiente, mas Trevor surpreende o professor e trás um projeto simples que irá mudar vida de muitas pessoas a partir daquele momento. O garoto apresenta uma proposta que de acordo com ele é simples: “Passe para frente” (Pay It Forward em inglês).
E tudo o que tem que acontecer é:”Se alguém faz um favor a uma pessoa, algo importante que a pessoa não possa fazer sozinha, repassa esse gesto a mais três pessoas, a corrente se multiplica”.

A situação seria a seguinte: Você (indivíduo nº 1) ajudaria de algum modo 3 pessoas e diria para essas 3 pessoas fazerem o mesmo que você. E assim por diante…
Intrigado com o projeto do aluno, o professor Eugene decide colocar em prática dentro da sala de aula. Mas a partir dessa aceitação do professor com a ideia, Trevor decide começar por algum lugar.

Colocar esse projeto em prática e realmente fazer acontecer deve ser a pate mais difícil do personagem e a mais tocante, já que precisa da ‘cooperação’ de terceiros e ainda confiar na palavra deles.
A primeira pessoa que Trevor ajuda é um mendigo que estava procurando alimento na lata de lixo. O garoto decide o alimentar, o colocar sobre o seu teto e cuidar do homem por apenas um tempo. Quando sua mãe descobre o que o filho fez, e que a causa de tudo isso é um professor substituto ela vai tirar conclusões com o responsável.
Vendo uma chance de mudar a vida da mãe e a do seu professor solitário, Trevor decide fazer dos dois seus outros beneficiados do projeto.
Mas o que esses três personagens não sabem, é que a corrente dá certo de uma maneira formidável. Mudando totalmente as vidas de pessoas que poderiam estar encrencadas ou mortas se a corrente não tivesse chegado nelas.

correntedobem-jdnx

Esse filme com certeza é uma história de pura determinação e bondade. Saber que se você pensar pelo menos um pouco em alguém que precisa de um gesto amigo, faz tudo parecer tão puro e inocente. Sendo que são coisas que deveriam estar no nosso dia a dia mas infelizmente não somos capazes de fazer simples escolhas.

A corrente chega longe, e um repórter fica tão interessado que começa a trilhar todo o caminho inverso da corrente até chegar no 1º indivíduo.

A proposta do filme foi mostrada de forma perfeitamente clara. Se cada um de nós fizermos um pouco a cada dia, seremos capazes de muito mais coisa do que imaginamos. Uma corrente do bem infinita!

Soube que o filme é baseado no romance de Catherine Ryan Hyde, e só digo uma coisa: Eu preciso ler esse livro!

Recomendo que para quem gosta de um drama nada meloso.
Espero que deem uma chance ao filme.
Beijos leitores *-*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s